sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Bacalhau com acelgas, batata doce e Queijo da Serra # Sugestões de Natal



Todos os anos gosto de inovar no bacalhau que faço para a Ceia de Natal. Quando eu era criança, em casa dos meus pais a ceia era sempre bacalhau cozido. Quando o Natal começou a ser passado em minha casa, eu continuei a fazer o "bacalhau cozido com todos", mas também outro prato de bacalhau diferente para os mais gulosos. De há uns anos a esta parte transformei toda a família em gente gulosa e já não há bacalhau cozido para ninguém, só há o "outro" bacalhau. Não me levem a mal os mais tradicionais, e deixem-me dizer-vos que gosto imenso de bacalhau cozido (sempre acompanhado de grão, obrigatório para mim!). Mas, num dia especial como é o de Natal, considero que é bem melhor um prato mais elaborado do que o bacalhau cozido e toda a família já se rendeu. Já tenho feito bacalhau e polvo no forno com batatas a murro e migas. É um prato ótimo e simples, exatamente com os mesmos ingredientes (bacalhau, batatas e couves), mas muito mais suculento. Bacalhau com natas ou espiritual também são, muitas vezes, as opções. O bacalhau espiritual é uma das minhas especialidades, podem ver a receita AQUI. O ano passado fiz uma receita que aprendi num workshop com o Chef Avillez, estava uma delícia, podem ver AQUI.
Este ano trago-vos uma proposta de bacalhau cremoso, gratinado no forno, que fica uma maravilha! É daqueles pratos que temos dificuldade em parar de comer. O doce da batata, o salgado do bacalhau e do queijo e a acidez das acelgas, conjugam tão bem, que o resultado é um prato equilibrado nos sabores e muito guloso. Se não encontrarem acelgas, podem fazer com espinafres ou grelos, mas não será exatamente a mesma coisa. As acelgas têm um sabor forte e dão um equilíbrio excecional ao prato. Espero que gostem e que possam surpreender os vossos convidados na Ceia de Natal.

Ingredientes para 4 pessoas:
4 postas de bacalhau de tamanho médio
7 dl de leite 
4 colheres de sopa de farinha de trigo
2 cebolas 
5 dentes de alho
1,5 dl de azeite
1 molho de acelgas
600 gr de batata doce
Cerca de 100 gr de Queijo da Serra muito cremoso (o suficiente para cobrir todo o bacalhau). 
Sal e pimenta qb
2 colheres de sopa de amêndoa palitada

Preparação:
Coza o bacalhau no leite, juntamente com um dente de alho esmagado, durante 10 minutos. Retire o bacalhau e reserve o leite. Retire espinhas e peles ao bacalhau e deixe-o em lascas. Numa frigideira deite metade do azeite, as cebolas em rodelas e 2 dentes de alho laminados e deixe a cebola cozinhar até estar macia e transparente. Junte as lascas de bacalhau e envolva. Cozinhe mais 2 minutos. 
Coza a batata doce em água e sal. Quando estiver macia, escorra a água e esmague as batatas com um esmagador ou com um garfo. Vá deitando um pouco de leite de cozer o bacalhau até obter uma esmagada macia, mas não demasiado mole. Retifique temperos com sal e pimenta. quando a esmagada estiver pronta, envolva-a com o bacalhau e a cebolada. Misture tudo bem e reserve.
Deite o restante azeite e alhos laminados numa frigideira e junte as acelgas previamente cortadas em juliana. Salteie a verdura e, assim que começar a murchar, vá juntando colheres de leite de cozer o bacalhau e colheres de farinha de forma alternada. Tempere de sal e pimenta e vá mexendo sempre. Use a farinha e o leite necessários até obter uma espécie de esparregado.
Num tabuleiro de forno disponha o esparregado de acelgas. Por cima disponha a mistura de bacalhau e batata doce. Por fim cubra tudo com o Queijo da Serra. Polvilhe com amêndoas palitadas e leve ao forno a gratinar a 200º até estar tostado.

Bom apetite e Boas Festas!

 
 

2 comentários:

  1. O bacalhau que eu como é sempre feito da mesma forma porque a minha família é mais para o tradicional, mas não me importava de fazer umas coisinhas diferentes, até porque não sou a maior fã do bacalhau cozido :P Além disso, acho que mais do que uma tradição estanque é engraçado experimentar novos pratos todos os anos, é um hábito giro de se manter :D Não admira que tenham ficado todos gulosos, com os pratinhos que tu fazer :P Este é um bom exemplo, ficou uma delícia :)

    ResponderExcluir
  2. ficar com esta receita.Bom

    ResponderExcluir