quinta-feira, 22 de junho de 2017

Sopa fria de abóbora com framboesas



Com este calor, o que sabe bem é uma sopinha... bem fresca! Esqueçamos por agora as sopas quentinhas e reconfortantes, porque só algo fresco nos pode confortar a alma e o corpo, face à caloraça que anda por aí... Pessoalmente, gosto sempre muito de saladas, em qualquer altura do ano, mas nesta época ainda mais! Além das saladas, há outras formas muito saborosas de comer legumes e frutas em tempo de verão: salteados, assados na grelha juntamente com churrasco de carne ou peixe, em sobremesas... e também em sopas frias! Espero que gostem desta, é muito fácil de fazer e de comer ;) Fica super fresca, não só por ser servida fria, mas porque os sabores são mesmo uma explosão de frescura e saúde. Podem acompanhar com umas tostas integrais ou servir como entrada ou até em copos de "shot" se quiserem fazer um almoço com vários petiscos de verão.

Ingredientes:
600 gr de abóbora 
2 dentes de alho
400 gr de courgette
1 cubo com cerca de 4x4 cm de gengibre fresco
Água e sal qb
200 gr de framboesas
1 molho de hortelã
Um fio de azeite

Preparação:
Retire a casca aos legumes, parta-os em cubos e leve a cozer com água e sal (um pouco menos do que a cobrir porque a courgette e a abóbora já têm muita água). Quando estiverem cozidos, triture tudo com a varinha mágica, junte um fio de azeite, o gengibre ralado muito finamente e retifique de sal. Também pode temperar com um pouco de pimenta moída na altura, se gostar. Pique finamente um molho de hortelã (2 a 3 pés - só as folhas) e junte à sopa, misture tudo. Leve ao frio. No momento de servir, junte mais alguma hortelã fresca e 4 a 5 framboesas em cada prato.

Refresque-se! Bom apetite! Comam bem e de forma saudável!

terça-feira, 20 de junho de 2017

Raia frita com arroz de mexilhões e coentros


Uma das coisas que gosto de fazer quando vou a Peniche é abastecer-me de peixe numa loja que existe na estrada do Cabo Carvoeiro, a ProFresco. Recomendo pela variedade e frescura dos peixes e mariscos. Como sou muito apreciadora de tudo o que é do mar, para mim aquela loja é de sonho :) Parece eu que estou a falar de roupas, malas ou sapatos... não é bem a mesma coisa mas, para quem gosta de cozinhar, ir a um mercado de frescos, a uma peixaria ou a uma loja de utensílios de cozinha, é uma perdição, acreditem! Um destes dias, durante a semana, fui a Peniche tratar de um assunto de trabalho. Depois de ter comido umas sardinhas maravilhosas no Restaurante O Pedro (também recomendo porque trabalham muito bem o peixe e fazem as melhores - e maiores! - sardinhas da Avenida do Mar), lá terminei a visita penicheira com uma passagem pela loja do peixe, como eu costumo dizer. Entre outras coisas, trouxe raia e uns mexilhões e vim pelo caminho de regresso a casa a pensar como os ia confecionar para o jantar. Muitas vezes faço na cataplana, a raia estufada com qualquer bivalve ou mesmo só na companhia da cebola, do tomate e de um bom ramo de ervas aromáticas. Mas, desta vez, apeteceu-me fritar o peixe. Tive um pouco mais de trabalho na tarefa de lhe tirar a pele, mas compensou. A raia era muito fresca e tinha uns lombos fantásticos (era uma raia de 5 kg). Acompanhou com um belo arroz e eu deliciei-me com o petisco! 

Ingredientes para 4 pessoas:
1 kg de raia às postas
1 kg de mexilhões frescos
1 cebola média
1 tomate maduro
1 ramo de coentros
1 chávena de chá de arroz carolino
4 dentes de alho
1 limão
0,5 dl de azeite
Farinha de milho qb
Sal qb

Preparação:
Quando comprar a raia, peça para a partirem às postas/fatias. Com as partes da cabeça faça um caldo, cozendo o peixe durante cerca de 30 minutos em água aromatizada com 1 alho esmagado, 1 folha de louro e alguns pés de coentros. Coe e reserve o caldo.
Retire a pele às postas da raia com uma faca bem afiada, passando-a entre a pele e o lombo da raia com cuidado, mas com firmeza (ver fotos).
Tempere a raia com o sumo de limão e alho picado muito finamente. Tape com película aderente e reserve no frio pelo menos uma hora.
Limpe os mexilhões, retirando-lhes as barbas. Depois de limpos e lavados, coloque-os num tacho tapado e deixe-os abrir, em poucos minutos vão estar prontos. Reserve e coe o caldo dos mexilhões, juntando-o ao caldo do peixe (também coado).
Deite o azeite, cebola picada, o tomate em pedaços e 2 alhos picados num tacho e deixe refogar ligeiramente até a cebola amolecer. Junte um ramo de coentros picados (reserve apenas alguns para guarnecer no fim). Depois junte o arroz e duas vezes e meia a quantidade de caldo. Tempere de sal, mexa e deixe cozer até o arroz estar malandrinho. No fim junte os mexilhões, optei por pôr uns com concha e outros sem. Junte também mais coentros frescos.
Frite a raia. Seque-a num papel absorvente, tempere de sal e passe cada posta por farinha de milho. Leve a fritar em óleo quente. Sirva o peixe com o arroz de coentros e mexilhões.

Bom apetite! Comam bem e de forma saudável!



segunda-feira, 12 de junho de 2017

Cheesecake de ricotta e cerejas





Este bolo é rápido de fazer e simplesmente delicioso! Fica com aspeto de clafoutis, mas é mais uma espécie de cheesecake de forno. Fica macio, tipo queijada, com uma textura muito cremosa e homogénea. Eu fiz com ricotta, mas podem optar por um requeijão bastante cremoso e bem batido ou até queijo em creme. Fica a sugestão para fazerem enquanto há cerejas :) E este ano há muitas, boas e grandes! Acompanhem o bolo com mais cerejas frescas e usufruam deste sol maravilhoso e deste fim de primavera, que já cheira e sabe a verão!

Ingredientes:
500 gr de queijo ricotta (podem usar requeijão cremoso)
300 gr de açúcar
1 colher de café de essência de baunilha
280 gr de cerejas frescas (pesadas depois de descaroçadas)
50 gr de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
5 ovos L inteiros

Preparação:
Comece por lavar e descaroçar as cerejas. Reserve-as.
Bata bem o queijo com o açúcar na batedeira elétrica com as varas de arames. Junte a baunilha, os ovos inteiros e continue a bater até estar tudo bem misturado (vai obter um preparado bastante fluído). Por fim junte a farinha peneirada e o fermento e envolva, certificando-se de que não existem grumos. Unte uma forma de fundo amovível, coloque lá o preparado e depois as cerejas bem divididas por toda a superfície. Leve a forno pré-aquecido a 200º cerca de 30 minutos. No fim deste tempo, verifique se solidificou ou deixe ficar mais 5 a 10 minutos. Retire e desenforme depois de frio. Pode levar um pouco ao frigorífico, se gostar, eu acho que fica bom.

Bom apetite!




sexta-feira, 9 de junho de 2017

Sardinhas com salada de legumes grelhados



Digo isto sempre que chega esta altura do ano: ADORO SARDINHAS. É mesmo capaz de ser o meu peixe preferido! Começo a comer desde que estão boas e até que deixa de se encontrar à venda. Às vezes ainda congelo algumas bem gordas para quando as saudades apertam...
Este ano abri a época das sardinhas com uma salada diferente. Como vamos entrar na época dos Santos Populares, deixo-vos esta sugestão, que nada tem de complicado, apenas um pouco de imaginação para servimos as belas das sardinhas de forma diferente. A salada não leva batata, apenas um pouco de broa e muitos legumes e vegetais, pelo que fica uma refeição deliciosa e saudável. Não se esqueçam de que quanto mais colorido for o nosso prato, mais variedade e saúde contém. Diversifiquem o que comem, principalmente a nível dos vegetais, legumes e frutas. É mais saudável, mais saboroso e menos monótono ;)

Ingredientes para 4 pessoas:
A quantidade de sardinhas que deixar cada um satisfeito ;)
4 fatias de broa de milho
Para a salada: 2 courgettes, 300 gr de abóbora cortada em tiras, 1 alface, 2 pimentos, 1 cebola roxa, 1 molho de espargos, 300 gr de tomate cereja ou chucha mini, azeite e flor de sal qb, vinagre e ervas aromáticas a gosto.

Preparação:
Salgue as sardinhas e asse-as no carvão, de preferência. Corte a abóbora em tiras, bem como a courgette (retire as partes do meio, das sementes, e reserve-as para a sopa), arranje os espargos, corte alguns tomatinhos ao meio e deixe os outros inteiros.
Grelhe tudo (exceto alface e cebola) até estar cozinhado, mas ainda com uma textura crocante. No fim tempere com azeite e flor de sal. Corte os pimentos ao meio, a alface em juliana fina e a cebola em fatias finas. Tempere a salada e coloque-a dentro dos pimentos.
Passe também a broa uns minutos pelo grelhador e depois pincele cada fatia com um pouco de azeite. Sirva as sardinhas em cima da broa, com os pimentos e com os legumes grelhados. Temepre com um vinagre a gosto e ervas aromáticas, como oregãos ou mesmo umas folhinhas de manjerico, que também pode ser usado como aromática.

Bom apetite e bom fim-de-semana!