segunda-feira, 4 de maio de 2015

Favas com entrecosto e enchidos



Esta é a minha receita de "favada". Favas guisadas com entrecosto e enchidos, confecionadas à minha maneira. Tal como faço na dobrada, adiciono farinheira porque gosto muito e acho que enriquece o prato e o molho. Foi o prato que fiz para o almoço do Dia da Mãe e foi muito elogiado por toda a família.
Quando a minha avó paterna era viva, ela fazia sempre favas ou galinha de fricassé no almoço do seu aniversário (2 de maio), que muitas vezes era assinalado por nós no primeiro domingo de maio, ou seja, no Dia da Mãe. As favas feitas por ela eram bastante boas e o fricassé, o melhor que já comi com puré de batata e salada. No início de maio era sempre uma excelente oportunidade para comermos favas tenras, as primeiras a colher. Habituei-me a gostar das favas desde miúda e é algo de que gosto mesmo muito, sejam cozidas, guisadas, em puré ou sopa.

Ingredientes para 4 pessoas:
1 kg de favas (pesadas depois de descascadas)
800 gr de entrecosto
1 farinheira
Meio chouriço mouro
Meia linguiça
2 cebolas
6 dentes de alho
3 folhas de louro
Sal grosso qb
1 colher de chá de colorau doce (paprika em pó)
1 colher de chá de mistura de pimenta em grão
1 colher de chá de sementes de mostarda 
1 malagueta
1 raminho de alecrim fresco
1 ramo de coentros frescos
1 folha de alho
1 folha de alho
2 dl de azeite
1,5 dl de vinho branco

Preparação:
Na véspera de fazer o cozinhado, arranje o entrecosto e tempere-o com os dentes de alho esmagados, os grãos de pimenta e mostarda, as folhas de louro grosseiramente rasgadas e o colorau. Regue tudo com um fio de azeite, misture e deixe repousar no frigorífico, tapado com película aderente, ficando em "vinha de alhos" durante a noite. Não junte o sal, pois deve ser adicionado só no momento de cozinhar.
No momento da confeção tempere a carne de sal. Coza a farinheira à parte e reserve.
Deite um generoso fio de azeite num tacho grande e largo. Junte algumas rodelas dos chouriços mouro e de carne (meia dúzia de rodelas só para dar sabor, reserve os restantes enchidos) e vá juntando o entrecosto com todos os temperos para que frite ligeiramente. Vá fritando a carne em pequenas porções de forma a que não fique amontoada dentro do tacho. O objetivo é tostar rapidamente a carne em lume alto para que todos os pedaços de entrecosto fiquem bem douradinhos. Depois de ter feito isto a todos os pedaços de carne, junte-a toda no tacho, adicione o vinho branco, meia farinheira desfeita e a malagueta. Retifique de sal e tape o tacho, deixando a carne estufar em lume brando durante 20 a 35 minutos.
Noutro tacho grande deite o restante azeite, a linguiça e o chouriço mouro cortados em rodelas (o restante). Deixe frigir. Quando os enchidos começarem a ficar douradinhos, junte as cebolas picadas. Deixe a cebola refogar um pouco e depois junte as favas. Junte o ramo de cheiro com os coentros frescos e a folha do alho, se a conseguir arranjar. Tempere de sal, junte um pequeno cálice de água e deixe as favas estufarem em lume médio por 30 minutos ou até estarem tenras (depende se as favas são mais ou menos tenras).
Prefiro cozinhar as favas e o entrecosto em separado e juntar só no fim para que as favas não se desfaçam. No fim de estar tudo cozinhado, junte as favas e as carnes no mesmo tacho, deixe ferver mais 2 minutos. Desligue o lume, junte coentros frescos picados e sirva com as restantes rodelas da farinheira, arroz branco bem solto e salada de alface.
NOTA: Eu gosto de servir com estes acompanhamentos. A minha sogra fazia arroz de favas, ou seja, cozinhava as favas com entrecosto e cozia o arroz no molho, ficando tudo junto e também é muito saboroso. Eu já experimentei fazer e adorei, mas desta vez fiz as favas só com a carne e o arroz branco foi servido à parte para acompanhar.

Bom apetite! Comam bem e de forma saudável!








7 comentários:

  1. Não sou grande apreciadora de favas mas os restantes agradam-me, excelente aspecto
    Boa semana
    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada São :) Eu adoro favas, mas percebo quem não gosta, pois é um alimento com um sabor muito intenso. Eu gosto daquelas que sabem muitooooo a favas, aquelas de "unha negra".

      Excluir
  2. Gosto tanto de favas, uma sugestão com tão bom aspecto.

    beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto muito Sandra, em puré também é bom ;)
      Susana

      Excluir
  3. este prato é magnifico....eu adorooooooooo, ótima sugestão.


    O Cantinho dos Gulosos

    ResponderExcluir
  4. Também adoro favas! Essa receita está uma delícia :)

    ResponderExcluir
  5. E faz lembrar a música do José Cid!!!!...

    ResponderExcluir