sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Vieiras salteadas com puré de ervilhas e bacon estaladiço

 
Andava há uns tempos para fazer este prato e quando trouxe flores de abóbora da horta dos meus pais, pensei: é hoje! Poderia ter feito o prato de vieiras e puré de ervilha sem a flor de abóbora, mas assim ficou muito mais bonito. As flores de abóbora e as de courgette (são praticamente iguais) são comestíveis, podendo ser salteadas, recheadas ou escaldadas, que foi o que eu fiz a estas. Depois utilizei-as para decorar este prato que ficou cheio de cor e a parecer que foi "coroado" com a flor de abóbora. Ficou lindo e muito saboroso! Eu servi como entrada, mas podem juntar mais quantidade de puré e mais umas duas vieiras por pessoa e servir como prato principal.

Ingredientes para 2 pessoas:
8 vieiras (usei miolo congelado, devem procurar um que seja de boa qualidade)
8 fatias pequenas de bacon com cerca de 3 x 3 cm
1 colher de sopa rasa de manteiga
Sal e pimenta qb
200 gr de ervilhas congeladas 
2 colheres de sopa de azeite
1 cebola média
1 dente de alho grande
2 flores de abóbora ou courgette

Preparação:
Deixe descongelar as vieiras no frigorífico. Deixe descongelar também as ervilhas. Nunca use ervilhas de conserva para este prato, pois o sabor e a consistência vão ficar muito alterados.
Num tacho coloque o azeite, o alho esmagado, a cebola em meias luas e as ervilhas. Tempere de sal e pimenta e deixe estufar. Adicione 0,5 dl de água só para que as ervilhas não peguem e deixe estufar em lume médio. Quando as ervilhas estiverem tenras e cozinhadas, triture tudo com a varinha mágica e reserve o puré.
Numa frigideira anti aderente deixe fritar (na própria gordura) os pedaços de bacon que devem fritar até ficar estaladiços e crocantes. Assim que estiverem prontos, deixe-os escorrer o excesso de gordura em cima de papel absorvente. Na mesma frigideira coloque a manteiga. Assim que esta estiver a ferver, coloque as vieiras que foram previamente temperadas de sal fino e umas gotas de limão. Deixe as vieiras cozinhar em lume alto entre 2 a 3 minutos de cada lado, conforme o tamanho da vieira. Se forem pequenas devem cozinhar cerca de minuto e meio a dois de cada lado, não mais do que isso. Cuidadosamente faça alguma pressão com uma espátula para que as vieiras tostem de encontro ao fundo da frigideira. O objetivo é que fiquem "seladas" e tostadinhas, mas não muito cozinhadas no interior. No fim tempere-as com uma pitada de pimenta peta moída na altura.
A vieira é um molusco saboroso, mas muito sensível. Se for cozinhado excessivamente fica como borracha, muito rijo e intragável, como aliás acontece com muito moluscos e bivalves.
Com a ajuda do saco de pasteleiro ou simplesmente com uma colher, disponha num prato os montinhos de puré de ervilha. Coloque por cima de cada um deles um pedaço de bacon e uma vieira. Termine o prato com a flor de abóbora. Para a cozinhar, basta ter água com sal a ferver num tacho e passar a flor com cuidado pela água durante 30 segundos. Assim que a flor estiver escaldada, retire o caule abra as petálas com muito cuidado e disponha-a no prato toda aberta.

Bom apetite! Comam bem e de forma saudável!



Um comentário: