quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Lulas de tomatada


Há uns dias uma amiga que cozinha bastante bem comentava comigo das dificuldades em confecionar lulas e polvo. Em relação ao polvo, gosto muito do "bichinho" e terei certamente oportunidade de publicar várias receitas sobre ele. No que diz respeito às lulas, prato que tenho para vos propor hoje, estas foram cozinhadas de forma muito simples, de tomatada, e servidas com arroz branco.
Mas, de facto, os moluscos têm alguns truques para ficarem bem cozinhados. Em primeiro lugar, há que ter em conta que são normalmente salgados por natureza e não necessitam de adição de sal. Nunca se devem salgar as lulas, polvo ou choco, pelo menos sem provar bem primeiro. Depois de provar, se concluirmos que necessita de algum sal, adicionamos mais no fim da preparação. Nunca no início, pois o mais certo é não ser necessário e estaremos a salgar a comida.
Ensinaram-me uma vez que, para os moluscos não ficarem rijos, devem ser cozinhados em lume bastante alto ou  lume baixo, não em temperaturas médias ou que vão variando ao longo da confeção. Quando se trata de polvo, cozo-o em lume alto até ficar tenro. No caso das lulas, opto pelo lume brando para o estufado ganhar molho e não secar. Se o preparado estiver a ficar muito "aguado", retiro a tampa e deixo cozinhar destapado para evaporar um pouco. Se, ao contrário, estiver a secar, faço tudo com o tacho fechado para criar molho. Cerca de 15 minutos são suficientes para cozinhar as lulas, mas convém provar para ver se estão macias.
Outra questão que se verifica por vezes é o facto dos moluscos encolherem muito. No fim do cozinhado, um quilo de lulas já não é bem um quilo... fica muito mais pequeno... Convém, pois, dar esse desconto e comprar um pouco mais quantidade. Neste caso 1 kg serviu para duas pessoas.

Para 1 kg de lulas coloquei tudo em cru no tacho: um bom fio de azeite, 1 cebola grande e 3 dentes de alho,tudo picadinho, as lulas por cima, 5 tomates muito maduros em pedaços (ou uma lata de tomate pelado e respetivo suco) e um ramo de salsa e coentros para aromatizar. Quando as lulas estiverem cozinhadas, se quisermos ainda as podemos retirar do tacho e deixar apurar apenas o molho um pouquinho mais. Neste caso não houve necessidade, estava saboroso e ficou tudo pronto ao mesmo tempo. No fim retirei o ramo de cheiros e polvilhei com salsa fresca por cima. Servi com arroz branco, mas também fica bem com batata cozida, frita ou em puré.

Bom apetite! Comam bem e de forma saudável!




2 comentários: