terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Arroz doce cremoso da Avó Lurdes



A minha Avó Lurdes é muito especial! E o arroz doce que ela faz também! Neste dia 24 de dezembro, só podia partilhar convosco uma paparoca que me é muito querida, uma receita de família, que a minha avó passou para mim e que eu faço com muito amor. No Natal, na Páscoa, nos aniversários e em todas as ocasiões especiais, há sempre arroz doce cá em casa. A minha avó ainda o faz muito bem feito, sai sempre bem! E a minha mãe também faz às vezes e fica muito bom, mas sou eu quem mais replica esta receita antiga que foi dada à minha avó há décadas pela dona de uma mercearia antiga que existia em Vila Franca de Xira...
Com esta partilha de hoje, esta receita que faço sempre com tanta dedicação, quero desejar-vos um Natal muito feliz junto de quem mais amam, com saúde, amizade e partilha.

Boas Festas!

Ingredientes:
250 gr de arroz carolino
375 gr de açúcar
1 litro de água
1 litro de leite gordo do dia (previamente fervido)
Cascas de um limão inteiro (só a parte amarela)
1 pitada de sal grosso
4 a 5 gemas de ovos, conforme o tamanho e se queremos o arroz mais "amarelinho"
125 gr de manteiga com sal
Canela em pó para polvilhar

Preparação:
Num tacho grande coloco a água com uma pitada de sal e as cascas do limão. Quando estiver a ferver, junto o arroz, baixo o lume e vou mexendo sempre até o arroz cozer e abrir o bago completamente. Não escorro água nenhuma, ou seja, deixo cozer o arroz até este absorver toda a água, sempre em lume brando para que coza lentamente. Depois começo a juntar o leite a ferver (é importante que esteja fervente). Vou juntando aos poucos e mexendo sempre. Quando o leite começa a ser adicionado já o arroz está completamente cozido. Vão mexendo sempre para ganhar nata e o arroz continuar a libertar toda a sua goma. Adicionamos todo o leite, mexendo sempre e retiramos as cascas de limão.
Só depois adicionamos o açúcar. Mexemos novamente. O açúcar adicionado no fim torna o arroz mais cremoso. Depois de encorpado o açúcar, retiro o tacho do lume. Numa tigela bato 4 gemas de ovos, junto-lhe umas colheradas de arroz e misturo tudo bem. De seguida junto esta mistura ao restante arroz, mexendo e misturando com muito cuidado. Só depois das gemas estarem completamente misturadas (para não talharem) é que o tacho volta ao lume mais 5 minutos para as gemas cozinharem, mas sem que se notem "fios" amarelos dos ovos.
O conselho é repetitivo, mas é mesmo assim: mexam sempre muito bem! Este arroz doce é para fazer com tempo e dedicação, leva uma hora ou mais ao lume. Mas o resultado vale tanto a pena.... Seguindo com a receita: depois do passo anterior, retiramos em definitivo o tacho do lume e adicionamos toda a manteiga que vai derreter no calor do arroz. Mexemos bem mais uma vez para a manteiga derreter completamente e está pronto! Deixem arrefecer e decorem com canela em pó.
Como disse, a receita é um pouco morosa, é calórica, é verdade, mas em dia de festa não se contam calorias. Para conseguir exatamente este resultado não devem alterar as quantidades. Este arroz doce é tão cremoso e delicioso, que parece um leite creme ou pudim com bagos de arroz muito bem cozidos. É absolutamente divinal! Espero que gostem!





Um comentário: