sábado, 14 de dezembro de 2013

Bacalhau dos dias de festa



Chamo a este prato "Bacalhau dos dias de festa" porque cá em casa faço-o em ocasiões especiais, como o Natal ou o aniversário do meu marido, que adora este bacalhau. É um dos pratos preferidos dele. No que diz respeito a bacalhau, é mesmo a forma como o Rui prefere que eu confecione o fiel amigo da nossa mesa. Ele diz com frequência que já está satisfeito, mas que não consegue parar de comer o bacalhau... mais uma colherinha, só mais um bocadinho e continua...
Os outros familiares e amigos, tal como eu própria, todos apreciamos bastante o prato. Trata-se de uma espécie de bacalhau espiritual, mas feito à minha maneira, não leva pão, mas broa de milho amarela. Fica numa consistência "cremosa firme", é muito suculento e guloso. Costumo fazer em tabuleiros de forno grandes, mas desta vez empratei de forma especial. Podem fazer no tabuleiro e depois retirar quadrados assim e colocar de forma bonita no prato, com um camarão (reservem alguns) por cima e tomates cereja para enfeitar. É uma boa sugestão de prato para a noite da consoada, fica requintado, saboroso e diferente.
Espero que gostem! Bom apetite!

Ingredientes
(para 4 pessoas)
4 a 5 postas de bacalhau (conforme tamanho, mas convém que sejam postas do meio)
500 gr de camarão 60/80
1 kg de cenouras
2 cebolas
3 dentes de alho
2 folhas de louro
3 dl azeite
Manteiga, leite, água de cozer o camarão e farinha qb, tudo para o bechamel
200 gr broa de milho amarela
2 molhos de espinafres
Tomate cereja para enfeitar

Preparação do prato
Cozer o bacalhau, retirar todas as espinhas e peles e lascá-lo. Amolecer a cebola e alhos em azeite, refogando levemente, e juntar o bacalhau com o louro para tudo ganhar sabor. Misturar bem, fazendo isto numa frigideira ou caçarola grande.
Cortar as cenouras em fiozinhos (como se fosse para salada, mas no corte mais grosso). Cozinhar as cenouras em azeite, temperadas com sal, até estarem moles. No fundo trata-se, igualmente, de um refogado. Juntá-las ao bacalhau, tendo o cuidado de não levar azeite em excesso para não ficar gorduroso. Misturar tudo. Acrescentar os camarões descascados que foram previamente cozidos em água e sal.
Com um pouco da água de cozer o camarão, amolecer a broa de milho. Juntar isto ao preparado anterior. Retificar o sal e a proporção entre o bacalhau e os outros ingredientes.
Envolver todo o preparado com um bechamel feito da água de cozer o camarão, leite, farinha e manteiga. Levar ao forno a gratinar. À parte, saltear em alho e azeite os espinafres e empratar todo em conjunto.

Um comentário:

  1. Confirmo! É como as ameijoas, entra sempre mais um bocadinho....

    ResponderExcluir