domingo, 24 de novembro de 2013

Bacalhau com natas fofo e cremoso

Gosto muito de bacalhau com natas! Há várias formas de fazer o prato, uma das que mais aprecio é esta receita que vos sugiro, em que as batatas em fios ficam muito discretas no meio do bacalhau. Tudo fica perfeitamente envolvido numa mistura homogénea, cremosa e muito fofa. Espero que gostem :)


Receita para 4 pessoas

Ingredientes:
4 postas de bacalhau
1 kg de batatas 
2 cebolas grandes
azeite, 4 dentes de alho, 2 folhas de louro
água de cozer o bacalhau, leite magro, farinha e manteiga para o bechamel
sal, pimenta, noz moscada qb
3 dl de natas de soja
2 claras de ovo
1 colher de sopa de mostarda de Dijon
2 colheres de sopa de mozarella light ralada


Preparação:
Cozo o bacalhau e depois lasco-o, retirando todas as espinhas e peles. Corto as batatas em fios com o cortador de saladas, fica com o aspeto que podem ver na foto. Se preferirem sentir a batata mais inteira, façam palitos finos cortados à mão, que ficaram sempre mais grossos do que cortados na máquina. Mas eu gosto de fazer estes fios mais finos que, depois de cozinhados, ficam macios e misturam-se de forma muito homogénea com o bacalhau. Cozinho os fios de batata salteando-os em azeite numa frigideria. Tempero com sal e pimenta. Depois de estarem macios, retiro e reservo.
Na mesma frigideira coloco o azeite e a cebola em rodelas finas com os alhos esmagados e picados e as folhas de louro. Deixo refogar um pouco, fazendo uma cebolada e depois junto o bacalhau desfiado e envolvo tudo. Deixo cozinhar mais um pouco. No fim, não esquecer de retirar as folhas de louro.
Misturo o bacalhau com as batatas. Entretanto faço o bechamel misturando a farinha e a manteiga. Vou, então, juntando o leite até obter a quantidade e consistência de molho pretendidas. Tempero com sal, pimenta e noz moscada ralada. Junto também as natas ao molho, deixando-o ficar cremoso. Por fim, bato duas claras de ovo em castelo e junto a este molho, que vai ficar muito fofo. Envolvo tudo na mistura de bacalhau, batata e cebola e levo ao forno a gratinar, polvilhando previamente com mozarella light ralada.
Sirvam com uma salada verde.

Bom apetite! Comam bem e de forma saudável!


10 comentários:

  1. ola
    parabéns pelo seu blog
    gostaria de saber em que fase da receita se coloca a mostarda
    obrigada

    ResponderExcluir
  2. Olá, muito obrigada :)
    Realmente referi a mostarda e esqueci-me de dizer onde entra... Eu junto a mostarda às natas, bato bem e depois junto esta mistura ao restante molho bechamel. A mostarda serve para dar um toque de acidez ao prato. É só um toque subtil, mas marca a diferença.
    Espero que goste! Bons cozinhados!!

    ResponderExcluir
  3. Olá Susana,
    Descobri há uns meses atrás que sou intolerante à lactose e tenho imensas saudades de comer um maravilhoso bacalhau com natas. Será que se experimentar com natas de soja também funciona e as natas vão ficar bem envolvidas com o bacalhau? Tenho medo de arruinar o bacalhau porque já me aconteceu anteriormente com uma marca branca, as natas não envolveram o bacalhau e estava com uma pasta branca :/
    Obrigada pela ajuda :)
    Susana Jorge

    ResponderExcluir
  4. Olá Susana Jorge :)
    Há anos que não uso nata animal na cozinha. Só utilizo para doces porque são mais sensíveis e, de facto, a nata de soja não serve para tudo. Mas em bacalhaus ou outros pratos salgados, uso sempre nata de soja e daquela lihgt, corre sempre bem. Pode perfeitamente usar para o bacalhau com natas. Faça o seguinte: não bata as natas, se quiser tornar o bacalhau mais fofo (tipo soflé) adicione uma ou duas claras de ovo batidas, é a solução. Em relação às natas, não bata e envolva-as bem com o bechamel antes de misturar tudo no bacalhau. Para o bechamel, se pretender fazer caseiro, claro: coloque duas colheres de sopa de margarina vegetal num tachinho, junto duas colheres de sopa de farinha, vá mexendo muito bem e acrescentando leite (de soja, no seu caso) em fio. Mexa sempre muito bem para não ficar com grumos. Por fim adicione as natas. Em vez do leite, pode juntar apenas natas ou água de cozer o bacalhau. O procedimento é sempre o mesmo, trata-se de ir juntando líquido em fio e mexendo bem até obtermos o ponto de cremosidade do bechamel que desejamos. Tempere a gosto (sal, pimenta, noz moscada). Isto é a receita base do bechamel, sai sempre bem, se quiser mais quantidade, é só multiplicar. Espero ter ajudado. Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  5. Boa! Obrigada Susana :)
    Vou experimentar nos próximos dias e logo digo como correu.
    Beijinhos
    Susana Jorge

    ResponderExcluir
  6. Olá Susana. Parabéns pelo seu blog.
    Fiz esta receita de Bacalhau e é simplesmente deliciosa. Obrigada por a ter partilhado. Beijinhos.
    Dina Teresa

    ResponderExcluir
  7. Dina Teresa, fico muito contente por ter gostado. Boas festas!!!

    ResponderExcluir
  8. Olá Susana,
    Ainda não tinha tido oportunidade de vir aqui deixar o meu comentário.
    Experimentei bacalhau com natas (de soja) e estavam delicioso. Só não consegui fazer o molho béchamel, porque me esqueci de comprar os ingredientes, mas ficou bom na mesma porque utilizei especiarias (noz moscada e pimenta).
    Entretanto só mais uma pergunta, por acaso sabe onde posso comprar farinha Alfarroba? Eu já procurei em vários sitios e ainda não encontrei e há sobremesas deliciosas com esta farinha. Obrigada
    Beijinhos
    Susana Jorge

    ResponderExcluir
  9. Olá Susana :)
    Ainda bem que gostou! Só com as natas também não fica mal e se as temperar bem, como fez, acrescenta sabor. Também pode "improvisar" o bechamel, colocando um bocadinho de farinha no tacho com margarina vegetal, vai engrossando e depois vai deitando as natas diretamente (no caso de não ter leite). Nunca esquecer de temperar, claro.
    Em relação à farinha de alfarroba, existe de todas as marcas de alimentos saudáveis e alternativos (a 100%, Seara, etc), pelo que pode encontrar no Celeiro, no Jumbo, também no Continente ou Pingo Doce, naquela secção de alimentação saudável (ao pé das sementes e bolachas integrais). A questão é que nem todas as lojas têm tudo, mas penso que se procurar em 2 ou 3, encontra esse produto. Já agora, partilhe connosco, no facebook, por exemplo, essas receitinhas boas :)
    Beijinho!

    ResponderExcluir
  10. Obrigada Susana.
    Nem me lembrei de fazer o molho com natas, o que é uma pena, mas ficou saboroso na mesma.
    Uma das receitas que quero experimentar é esta:
    http://cozinharsemlactose.blogspot.pt/2014/01/muffins-de-alfarroba-e-figo.html
    e a outra tenho em casa, num livro de receitas, mas basicamente é uma mousse de chocolate vegan - sem chocolate e é simplesmente divinal.... Quando tiver oportunidade coloco aqui a receita.
    Já procurei várias vezes no continente e não encontro e no celeiro, também já perguntei e não costumam ter sempre que pergunto :/
    Se calhar tento no continente do colombro que é um pouco maior.
    Beijinhos
    Susana Jorge

    ResponderExcluir