domingo, 20 de outubro de 2013

Os amigos e a abóbora recheada

Os amigos são tão importantes na minha vida e do meu marido, que talvez seja difícil explicar isso por palavras e dar-lhes o devido valor através destas simples frases. Mas todos eles (sim vocês ;)), sabem o quanto são importantes e o lugar especial que ocupam na nossa vida, no nosso coração e... pois claro, sentados à nossa mesa!
Das muitas formas que existem de demonstrar amizade, cozinhar com amor é uma das que mais me agrada. Por isso a casa está sempre cheia de amigos que vêm dar e receber amizade e paparocas deliciosas! Chegam sempre em grande algazarra, tratam de pôr os miúdos na brincadeira, servem-se de um copo de vinho ou de uma "mini" que tiram do frigorífico sem pedir autorização (é assim que os amigos devem fazer!) e ficam à conversa encostados à bancada da cozinha enquanto eu acabo uma das minhas iguarias. A minha cozinha é, realmente, um espaço de partilha de conversas, desabafos, risadas e sabores. É mesmo um local um bocadinho "sagrado", é verdade...
Recentemente, num jantar de grandes e bons amigos, resolvi partilhar um menu outonal onde servi como entrada uma abóbora proveniente do terreno dos meus pais, que recheei com cogumelos e assei no forno. O resultado foi este e estava mesmo bom, o recheio cremoso, quentinho, a derreter-se na boca... hummmm!

Abóbora assada, recheada com cogumelos e queijos

1 abóbora com cerca de 2 kg (serve de entrada para 8 pessoas)
100 gr cogumelos brancos
100 gr de cogumelos marron
200 gr cogumelos Portobello ou outros (a ideia é usarmos uma mistura de vários cogumelos)
1 cebola média e 2 colheres de sopa de manteiga para saltear a cebola e cogumelos
200 gr queijo ementhal ralado
200 gr queijo creme magro (ou mascarpone)
50 gr parmesão ralado
50 gr mozarela ralada (usei mozarela magra, com baixo teor de gordura)
2 ovos inteiros batidos
sal, pimenta, noz moscada qb ralada na altura
3 nozes inteiras raladas
2 fatias de pão grandes (tipo pão de mafra ou alentejano)

Retirar a "tampa" da abóbora e reservar. Com uma colher, retirar as pevides e fios da abóbora crua, retirando também um pouco da polpa, mas deixando umas "paredes" na abóbora para que esta mantenha a estrutura e aguente ir ao forno. Espalhar algum sal no interior da abóbora para a polpa ganhar sabor.
Numa frigideira grande, refogar ligeiramente a cebola em manteiga. Juntar os cogumelos laminados grosseiramente. Temperar com sal e pimenta e saltear até estarem macios. No fim, adicionar as nozes e a noz moscada generosamente, tudo ralado no momento. Se for possível fazer uma loucura (eu não fiz e nunca provei dessa forma), o ideal é juntar, em vez da noz, 2 trufas negras raladas. Mas as trufas são caríssimas e poucos acessíveis à maioria das carteiras, eu nunca provei, mas acredito que seja delicioso...
Bater os ovos numa tigela e juntar todos os queijos. Temperar com sal e pimenta qb. Misturar tudo e adicionar à mistura dos cogumelos. No forno, a 180º, tostar as fatias de pão durante 10 a 15 m (também podem ser torradas na torradeira até o pão ficar bem crocante). Cortar o pão em cubinhos e adicionar ao preparado. Colocar todo este recheio dentro da abóbora crua. Voltar a pôr a "tampa" da abóbora e levar ao forno a 190º durante aproximadamente 2 horas ou até a abóbora estar macia.
Ao servir devemos retirar colheradas de recheio e de polpa da abóbora ao mesmo tempo. A mistura é excelente e o prato é muito completo, pois tem imensa proteína. E temos a abóbora, cheia de vitaminas e excelente para a saúde. Também podemos servir esta abóbora como prato principal acompanhando-a de uma salada verde, de agrião por exemplo (rico em cálcio e ferro, entre outros minerais).
Deixo-vos um link sobre as propriedades da abóbora. http://saude.sapo.pt/html

Bom apetite! Comam bem e de forma saudável!

7 comentários:

  1. Olá! O André deu-me a conhecer o blog, e gostava muito de o seguir. Coloca uma caixa de seguidores do Google Friend Connect que é mais fácil para receber as tuas actualizações!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada pelo comentário e pela sugestão. Vou fazer isso! :)

    ResponderExcluir
  3. É uma honra e privilégio pertencer ao teu grupo de amigos, e poder saborear as nossas conversas entre amigos e as tuas iguarias, esta abóbora é mesmo divinal, muito suculenta, com um gostinho delicioso a queijo e cogumelos. Derrete-se na boca e transmite-nos um misto de emoções e sabores suaves e meio adocicados e cremosos, o açafrão dá-lhe um travo exótico! Adorei mesmo! Paula Cirilo

    ResponderExcluir
  4. Esta Paula!!!! Sempre uma querida :)
    Mas a abóbora não leva açafrão, leva noz moscada, um sabor muito bom e que eu adoro em várias coisas. Beijos enormes!!!

    ResponderExcluir
  5. Pois tá claro é noz moscada, mas para isso existe o teu Blog para esclarecer estas dúvidas - basta seguir a receita assim não há dúvidas! beijokas

    ResponderExcluir
  6. eheheh! Eu ainda te ensino a cozinhar melhor do que o Nandinho, vais ver!!!!

    ResponderExcluir
  7. Esperemos que sim! agora com o teu Blog vou ter oportunidade de aprender novas receitas e muitas dicas de culinária!!beijinhos

    ResponderExcluir